Siga-nos

Ranking GP

As notas do GP da Estíria 2020

O GP da Estíria não foi das provas mais moráveis da história, mas também ficou longe de ser péssima. Lewis Hamilton voou, Lando Norris disparou no fim e a Ferrari explodiu

Lewis Hamilton cerra e ergue o punho em manifestação antirracista após vencer GP da Estíria

A segunda corrida na pista de Spielberg, uma semana depois da primeira, ficou longe de ser tão divertida. Menos erros, menos problemas e mais Fórmula 1 em sua normalidade, a corrida não foi ruim, mas precisou contar com alguns lampejos. Na frente, nada a negociar: Lewis Hamilton barbarizou na classificação do sábado e sumiu na frente dos meros mortais para vencer a primeira dele em 2020.

Por conta do fim de semana dos melhores, Hamilton ficou com a maior nota da corrida: 9.5. Quem o acompanhou mais de perto foi Lando Norris, que é terceiro colocado do Mundial de Pilotos após duas etapas. Na Estíria, fez três ultrapassagens nas últimas duas voltas e ficou com nota 8.0.

Já a pior nota do fim de semana coube a Charles Leclerc. O monegasco sequer passou ao Q3 na classificação e, no domingo, acabou com a corrida da Ferrari nos primeiros metros, quando tentou colocar o carro num espaço inexistente e abalroou Sebastian Vettel. Por isso, fica com 0.5.

As notas do Ranking GP são distribuídas por Gabriel Curty, Pedro Henrique Marum e Vitor Fazio.

Lewis Hamilton vence o GP da Estíria

1º) Lewis Hamilton – 9.5 – Aquela história de Hamilton começando a temporada mais ou menos só durou uma etapa. No GP da Estíria, atuação de gala. O hexacampeão largou na pole e venceu sem tomar qualquer susto, mas foi no sábado mesmo que brilhou: uma pole com 1s2 de vantagem para o resto do grid na pista molhada. Um show.

2º) Valtteri Bottas – 7.0 – Segundo lugar, liderança mantida, mas não dá para simplesmente ignorar a diferença absurda entre Hamilton e Bottas na Estíria. Ah, o finlandês também tomou um passão daqueles de Verstappen que nem pneus mais tinha.

3º) Max Verstappen – 7.5 – A Red Bull está claramente abaixo da Mercedes e, fora do calor extremo, a diferença fica ainda maior. Na chuva, dava para Max ter andado mais perto de Hamilton, mas, na corrida, era questão de tempo até perder o segundo lugar. Ainda conseguiu dar o troco em Bottas em manobra de craque, mas estava totalmente sem pneus.

Lando Norris logo após passar Lance Stroll na Estíria

4º) Alexander Albon – 5.5 – O quarto lugar não é exatamente ruim e sabemos que Albon é bem talentoso, arrojado e que se defende e ataca bem, mas simplesmente precisa de um ritmo de corrida melhor. Não fosse um pit-stop no fim de Verstappen, a distância entre os dois ficaria perto de 1min. É muita coisa.

5º) Lando Norris – 8.0 – O que o rapaz está fazendo na última volta das corridas, hein? Quatro pontos garantidos na Áustria e mais quatro na Estíria, tudo na última volta. No fim de semana, atacou e passou Lance Stroll no giro final, mas ainda teve tempo de passar por cima de Sergio Pérez, que avariou o carro tentando passar Albon. Lando!

6º) Sergio Pérez – 7.5 – Checo foi o homem da corrida até as voltas finais, mas, mais uma vez, demonstrou uma falta de paciência complicada. Ao tentar superar Albon, perdeu a calma e acertou o rival, quase causando um acidente, mas tendo danos no carro que custaram a quinta colocação e quase também a sexta. Se classificou muito mal e perdeu pontos por isso, mas ganhou outros tantos porque empilhou ultrapassagens. Grande atuação com um grande carro.

7º) Lance Stroll – 6.0 – Lance perdeu de Pérez no detalhe, mas a realidade da corrida não foi simples assim. O canadense classificou melhor, mas não demorou muito para perder o duelo para o mexicano. E tem outra coisa: classificou melhor, mas ainda não da forma que merece a Mercedes Rosa. Pode ser melhor.

8º) Daniel Ricciardo – 6.5 – O australiano teve um ritmo muito bom de pneus médios, no começo da corrida, mas aí foi andando para trás. O quinto lugar parecia algo bem possível, mas a Renault segue sem parecer ter muito jeito.

9º) Carlos Sainz Jr. – 6.5 – Grande nome da classificação, colocando a McLaren em terceiro, Sainz não teve bom ritmo no seco, como já tinha acontecido no GP da Áustria. O acerto não estava legal, o espanhol não viveu um grande dia, enfim, recebe uma nota boa pela classificação incrível.

10º) Daniil Kvyat – 6.5 – O russo não apareceu muito e isso, se tratando de quem é, foi uma grande notícia. A AlphaTauri parece bem pior que McLaren, Racing Point e Renault, então, todo ponto deve ser comemorado e valorizado.

A dupla da Alfa Romeo com Giovinazzi na frente de Räikkönen

11º) Kimi Räikkönen – 5.5 – Assim como Kvyat, Kimi sofre com um carro ruim, aliás, ainda pior que a AlphaTauri. Terminou na frente de Giovinazzi, mas também longe de ter sido um espetáculo de exibição. Quase pontuou.

12º) Kevin Magnussen – 5.5 – Que carro tenebroso tem a Haas. Muito, mas muito ruim. A disputa de Magnussen foi ali com Grosjean, um duelo interno em que o dinamarquês foi um pouquinho melhor. Difícil jogar a complicada dupla em um carro tão fraco e sem freios.

13º) Romain Grosjean – 5.0 – O Bonde da Haas Sem Freio teve um Grosjean em classificação tenebrosa, mas em, sim, uma boa corrida. O francês fez várias ultrapassagens e algumas manobras bem interessantes. Mas é isso aí que dá para fazer saindo de último com um carro ruim.

14º) Antonio Giovinazzi – 4.5 – Mais um fim de semana bem ruim de Giovinazzi, né? Classificação, corrida, tudo bem ruim. Não temos muito a adicionar aqui, talvez que os dois pontos que Antonio tenha feito no GP da Áustria dos 11 carros faça diferença lá na frente.

15º) Pierre Gasly – 5.5 – Depois de um desempenho espetacular na classificação na chuva, Gasly não teve ritmo no seco. Um toque com Ricciardo na largada avariou o carro, a estratégia de pneus duros no segundo stint foi um fracasso e, no fim, só bateu as Williams.

Charles Leclerc com danos no assoalho após batida com Sebastian Vettel

16º) George Russell – 5.5 – Largar em 11º com a Williams é coisa de gente grande, hein? É, mas Russell simplesmente jogou tudo fora com uma largada ruim e um passeio na grama. Aí foi ficar brigando (nem tanto assim) com Latifi. Venceu, claro.

17º) Nicholas Latifi – 4.5 – Teve mais ritmo do que na semana passada, especialmente na classificação, quando foi atrapalhado por um incidente. Mas está bem abaixo do nível da F1, por enquanto. Precisa melhorar logo.

NC) Esteban Ocon – 6.0 – Que classificação espetacular fez Ocon, hein? Quinto lugar, brilhante na chuva. No seco, faltou ritmo, não conseguiu acompanhar nem Ricciardo, que estava com pneus médios. Preocupante, mas mais para a Renault do que por Esteban em si. Ainda teve problemas no carro que forçaram o abandono quando os pontos pareciam certos.

NC) Charles Leclerc – 0.5 – Leclerc foi do céu ao inferno em poucos dias. Depois de uma das melhores atuações da carreira, um fiasco completo. Na classificação, ficou no Q2 e ainda foi punido ao atrapalhar Kvyat. Na corrida, achou que estava jogando videogame e mergulhou na primeira curva como se não tivesse ninguém mais na pista. Mas tinha. E justamente o companheiro Vettel. Ferrou de vez a vida da já complicada Ferrari.

NC) Sebastian Vettel – 6.0 – Não teve culpa alguma na batida causada por Leclerc e ao menos foi para o Q3. Difícil saber se conseguiria algo com esse carro, mas suas chances foram tiradas pelo próprio companheiro. Complicado.

Hamilton puxa a fila na largada do GP da Estíria

GP da Estíria – 6.5 – Não foi bom como o da Áustria, não teve um final épico, mas teve seus momentos. Algumas boas disputas, algumas belas manobras, uma classificação bem bacana. Na média, passa de ano.

Melhor GP – GP da Áustria – 8.5
Pior GP – GP da Estíria – 6.5

Confira as médias da temporada 2020:

1 – Lewis Hamilton – 8.5
1 – Lando Norris – 8.5
3 – Valtteri Bottas – 8.0
4 – Sergio Pérez – 7.0
4 – Max Verstappen – 7.0
6 – Carlos Sainz – 6.8
7 – Pierre Gasly – 6.5
7 – Alexander Albon – 6.5
9 – Daniel Ricciardo – 6.3
10 – Esteban Ocon – 6.0
11 – Daniil Kvyat – 5.8
11 – George Russell – 5.8
11 – Lance Stroll – 5.8
14 – Antonio Giovinazzi – 5.0
14 – Kimi Räikkönen – 5.0
14 – Kevin Magnussen – 5.0
17 – Romain Grosjean – 4.8
18 – Charles Leclerc – 4.5
18 – Sebastian Vettel – 4.5
18 – Nicholas Latifi – 4.5

*Com Gabriel Curty e Vitor Fazio

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect