Siga-nos

Ranking GP

As notas do GP de Abu Dhabi de 2019

Exatamente como era esperado, o GP de Abu Dhabi não foi, assim, memorável. Mas Lewis Hamilton fechou o ano com uma vitória e Max Verstappen bateu Charles Leclerc na luta pelo terceiro lugar do campeonato

Depois de um GP do Brasil incrível e de uma temporada com corridas de altíssimo nível, a F1 se despediu com uma prova bem melancólica em Abu Dhabi, o que não é nenhuma novidade. Pouca ação, poucas brigas no grupo da frente, enfim, não foram muitas as grandes atuações da noite no deserto.

O grande destaque nas notas, porém, ficou por parte do somatório total. Após nada menos que 21 corridas, o GP de Abu Dhabi deixou os dois primeiros do ranking empatados na média, algo que reflete bem o que foram as temporadas de Max Verstappen e Lewis Hamilton com tanta qualidade nos níveis de performance, por mais que Hamilton tenha dominado a pontuação total. Na zona de rebaixamento imaginária, a dupla da Haas foi acompanhada por Antonio Giovinazzi e Robert Kubica.

As notas do RANKING GP são calculadas de acordo com avaliações dos jornalistas Gabriel Curty, Pedro Henrique Marum e Vitor Fazio.

O grid de 2019 (O grid de 2019 (Foto: Alfa Romeo))

1º) Lewis Hamilton – 10 – É justo que um ano quase perfeito do hexa termine com uma nota dez, né? Hamilton teve um final de semana daqueles, dominou completamente as ações e não foi ameaçado verdadeiramente por ninguém em momento nenhum. Foi o sexto grand chelem da carreira do inglês na F1.

2º) Max Verstappen – 8.5 – Se a corrida não foi aquelas coisas, ao menos Verstappen fez sua parte. Mais uma vez, o holandês deu um passão em Leclerc, o que garantiu o segundo lugar na prova e o terceiro na temporada. Merecidíssimo.

3º) Charles Leclerc – 6.5 – Não foi uma bela corrida do monegasco, mas ao menos recuperar um lugarzinho no pódio para a Ferrari. Segurou bem Bottas na parte final da prova.

Charles Leclerc e o crepúsculo (Divulgação/Ferrari)

4º) Valtteri Bottas – 8.5 – Momento histórico: vamos elogiar Bottas porque ele merece. Saiu de último com punição, largou muito bem e, principalmente, foi bastante arrojado nas manobras para passar grande parte do pelotão sem DRS, que estava quebrado. Quase foi ao pódio.

5º) Sebastian Vettel – 5.0 – Mais uma corrida em que Seb classifica bem e vai caindo durante a prova. Complicado, foi bem pouco combativo e tomou muito tempo de Leclerc mais uma vez.

6º) Alexander Albon – 5.0 – Não foi bem. Parecia ter ritmo promissor no começo, dava pinta de que brigaria por pódio, mas nada disso. Foi o último da F1 A em atuação bem apática.

7º) Sergio Pérez – 7.5 – O mestre do gerenciamento de pneus ao lado de Ricciardo em 2019. Atacou muito bem nas retas finais de várias corridas do ano, merece aplausos. Resultados muito melhores que os do companheiro Stroll.

8º) Lando Norris – 7.5 – Lando tava precisando de pontos, né? Não que estivesse mal, mas não conseguia transformar boas atuações em top-10. Em Abu Dhabi, foi oitavo segurando pilotos com pneus bem mais novos. 

9º) Daniil Kvyat – 6.5 – Kvyat não foi brilhante, voltou a perder consideravelmente de Gasly na classificação, mas fez uma corrida competente. O russo cuidou bem dos pneus, parou tarde e atacou no fim.

10º) Carlos Sainz Jr. – 6.5 – Longe de ter sido a melhor exibição do ótimo espanhol em 2019, mas beliscou um pontinho que simplesmente deu a sexta colocação no Mundial de Pilotos. Sim, ficou na frente de dois pilotos que andaram de Red Bull em 2019, imenso

Carlos Sainz e Lando Norris (Sainz e Norris (Foto: McLaren))

11º) Daniel Ricciardo – 5.5 – Corrida bem fraquinha da Renault, né? Sme brilho para Daniel, que acabou na frente de Hülk meio que por circunstâncias, já que teve pneus novos no final, mais uma vez. Quase que os franceses perdem posição para a Toro Rosso no Mundial de Construtores, aliás.

12º) Nico Hülkenberg – 5.5 – Hülk andou boa parte da corrida no top-5 em estratégia diferente e ao menos foi legal por se tratar de sua despedida. Acontece que, mais uma vez, a estratégia foi péssima, algo que se tornou comum depois do anúncio de sua saída da Renault. Segurou, sem pneus, o tempo que conseguiu.

13º) Kimi Räikkönen – 5.5 – Complicado arrumar alguma coisa relevante para falar da corrida de Kimi além do fato de que o carro estava péssimo. Acho que resume bem.

14º) Kevin Magnussen – 5.5 – É meio que a mesma coisa do Kimi, com o agravante de que o carro da Haas está horroroso faz um tempo.

15º) Romain Grosjean – 5.0 – Aqui podemos falar um pouco mais, viu? Até em azar, na verdade. Está certo que Grosjean vive um momento muito ruim, mas faltou sorte para ele quando as coisas pareciam rolar de forma um pouco melhor. Tomou uma paulada de Bottas no TL2 e o carro que era promissor ao menos em classificação foi perdido. 

George Russell (George Russell (Foto: Williams))

16º) Antonio Giovinazzi – 4.5 – Ruim, bem ruim a atuação de Giovinazzi, mas o carro estava mesmo péssimo. Fica o comparativo com Kimi como a nossa análise.

17º) George Russell – 5.0 – Mais uma corrida em que tomou um calorzinho de Kubica por uns momentos, hein? Mas foi só isso mesmo de relevante.

18º) Pierre Gasly – 6.0 – Era forte candidato a ser um dos líderes da F1 B e manter o momento depois do GP do Brasil brilhante que fez, mas um toque recebido de Stroll estragou tudo. Perdeu uma volta nos boxes e saiu da disputa.

19º) Robert Kubica – 4.5 – Ficou uma parte da prova na frente de Russell, é verdade, mas terminou longe do companheiro e atrás até de Gasly, que estava uma volta atrás logo na primeira volta da corrida.

NC) Lance Stroll – 4.0 – Causou a batida com Gasly e estragou uma corrida que tinha tudo para ser boa. Mais um abandono para o canadense.

GP de Abu Dhabi: 3.5

O ano de 2019 foi esquisito. Teve uma série de grandes corridas, notáveis, mas contou também com algumas etapas extremamente sonolentas. Abu Dhabi não foi das piores do ano, no fim das contas, mas foi bem ruim. Ao menos celebrou mais uma vitória de Lewis Hamilton, o que coloca um ponto de exclamação no ano do hexa.

Melhor GP: GP da Alemanha (10.0)

Pior GP: GP da França (1.0)

Média: 6.7
(Largada em Abu Dhabi (Foto: ANDREJ ISAKOVIC/AF))

Confira as notas dos pilotos após o GP de Abu Dhabi:

1º) Max Verstappen – 7.6
1º) Lewis Hamilton – 7.6
3º) Carlos Sainz Jr. – 6.9
4º) Alexander Albon – 6.6
4º) Valtteri Bottas – 6.6
6º) Charles Leclerc – 6.4
7º) Sergio Pérez – 6.3
7º) Lando Norris – 6.3
9º) Nico Hülkenberg – 6.2
10º) Sebastian Vettel – 6.1
10º) Daniel Ricciardo – 6.1
12º) Pierre Gasly – 5.9
13º) Kimi Räikkönen – 5.8
14º) Daniil Kvyat – 5.7
15º) George Russell – 5.4
16º) Lance Stroll – 5.3
17º) Antonio Giovinazzi – 5.0
18º) Romain Grosjean – 4.9
18º) Kevin Magnussen – 4.9
20º) Robert Kubica – 4.2

© 1995 - 2020 - GrandePremio.com.br - Todos os direitos Reservados.

Connect